Textos e...

Textos e Imagens

sábado, abril 28, 2007

TU


Tinhas um sorriso do tamanho do mundo e, uns olhos tristes de agua.

O teu abraço era calma e, o teu passo era viagem.

Sei que nunca to disse.

Não me deste tempo.Sabias que não se pode roubar as horas dos outros?

Sabias que não adianta apressar o relógio? As horas vêm todas com 60 minutos.

Compassadas por badaladas certas. Tinhas , telemóvel, uma família.

Já li imensos textos sobre o assunto, mas nenhum fala de ti, nenhum me explica o porque de te teres ido embora.

Nenhum me explica. “Sabes que gosto de ti, não sabes? Independentemente de tudo… Independentemente de estar longe…”A resposta que te dei ficou, ate hoje, pendente.

Mas agora já chega deste silêncio estúpido que a distância, da terra ao céu, impõe.

Elevo as minhas palavras as nuvens, aos anjos, a ti…

“Sabes que isso sempre me chegou, não sabes?

Esse teu olhar triste e, esse teu sorriso enorme. Esse teu abraço que me dava paz.

Sem palavras. Sem promessas. Sem futuro. Sem beijos vazios e noites perdidas.

Também sabes que sempre gostei de ti, não sabes?

Também sabes que os meus olhos procuravam os teus.

E meu sorriso era roubado do teu. Sei que sabes… não sei se saberias, mas agora sabes.

Sabes das lágrimas, das noites acordado, dos pesadelos, do medo do escuro… Dos fantasmas… Agora que escolheste ir embora sabes tudo.

”Não tenho saudades. Tenho dúvidas.Que te faltava? Um abraço mais apertado? Um beijo mais ao lado? Nunca me pediste… tenho pena que tenhas tido pressa e, que tenhas acelerado a tua vida. Nunca te vou perceber…

7 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial